Origem e História do Deus Hindu da Criação

Em primeiro lugar, o deus Brahma é a divindade máxima na religião hindu. Nesse sentido, considera-o como o criador do Universo, dos deuses e do conhecimento. Sendo assim, costuma-se representá-lo como um homem de quatro cabeças e quatro braços sentado sobre um cisne.

Além disso, entende-se no hinduísmo que Brahma é o primeiro deus da chamada Trimúrti, uma trindade fundamental na religião. Portanto, além dele existem Shiva e Vishnu, importantes divindades na Índia e em outras culturas do mundo. Ainda que seja o deus da criação, essa figura também leva crédito como deus da música e das canções.

Por outro lado, é ainda a representação da força criadora ativa no Universo. Ou seja, é importante para os artistas e artesãos. Curiosamente, o hinduísmo entende o mundo a partir de uma visão cíclica. Em resumo, Brahma representa a Criação enquanto Vishnu e Shiva são as forças de Conservação e Destruição respectivamente.

Mitologia
Segundo os primeiros mitos hindus, Brahma criou o universo. Depois disso, ele corta uma parte do próprio corpo para conseguir criar uma mulher. Sawaswati, também chamada de Saturpa, acabou se tornando a sua esposa.


Para poder vigiar a esposa, o deus Brahma acabou criando mais três cabeças para si. Juntos, Brahma e Saraswati tiveram o filho Suayambhuva Manu. O deus é conhecido como o pai dos humanos e responsável por unir o divino e o terreno.

O calendário da criação do mundo de Brahma não corresponde ao mesmo dos humanos. A criação do mundo, por exemplo, tomou apenas um dia no calendário normal, mas durou cerca de 4 bilhões de anos para os deuses.

Depois da criação, Brahma dorme, para descansar. No entanto, quando acorda, vê o mundo destruído por Shiva. Sendo assim, ele senta sobre uma flor de lótus e recria o universo mais uma vez.

Fonte: https://segredosdomundo.r7.com/deus-brahma/

Se aprofunde nesse universo, envie um e-mail para mkt@cafeyoga.com.br